In addition to wine

O que é um domínio?

Quando introduzimos no nosso navegador de internet uma direcção (.com, .net, .pt) Como descobrir onde ir buscar a página correspondente?

A resposta está nos servidores DNS, os quais se encarregam de determinar em que direcção IP se encontra a página que procuramos. Estes servidores são como as grandes listas telefónicas da internet.
Se sempre desejou saber o que está por detrás dos domínios de internet, como funcionam, como se compram e vendem, quanto custam... mas nunca se atreveu a perguntar, tem agora a oportunidade de conhecer este tema em profundidade.
Cada computador conectado à Internet identifica-se e distingue-se dos outros graças a um número único que se denomina direcção IP. Essa direcção é formada por quatro números de três dígitos, separados por pontos (algo como 212.106.193.68). Todo o trafego que circula na Internet utiliza estas direcções mas, para facilitar o movimento, os internautas raramente têm de fazer uso das mesmas, utilizando os nomes de domínio.
O sistema é simples. Cada IP tem um nome (mar.com; pintura.net). Quando teclamos este nome no nosso navegador ele envia-nos directamente à direcção de IP que tem assinalado. Este processo, aparentemente simples, realiza-se mediante o DNS (Domain Name Server), um servidor que se encarrega de converter os nomes de domínios nas suas direcções IP. Registrar um domínio pressupõe que se introduza a informação necessária nas bases de dados do DNS, para que quando alguém tecle o nome de um servidor num navegador, ou num correio electrónico, este nome possa ser convertido numa direcção IP.
O sistema DNS tem uma curta mas intensa história. Foi criado em 1984 e a sua gestão passou por distintos organismos, até que em 1993 ficou adjudicado à empresa Network Solutions. Um negócio no auge.
Até 1995 o DNS foi um serviço gratuito (subvencionado pela National Science Foundation), mas desde o dia 14 de Setembro do mesmo ano acabaram as ajudas. A Network começou então a cobrar 50 dólares por ano a cada domínio registado: .com; .org e .net.
Em 1998 acabou o monopólio da Network e apareceram mais empresas no negócio de registo de domínios. Hoje em dia calcula-se que o seu número ronde as 130.
De uma forma paralela aos domínios .com; .org e .net, foram surgindo outras organizações que se encarregaram do registo de domínios nos diferentes paíse em que se iam conectando. Estas organizações são conhecidas como registos delegados. Por exemplo, em Portugal é a FCCN quem se encarrega actualmente do registo de domínios terminados em .pt.

Quem concede os domínios?
Existe um organismo internacional, denominado ICANN, que decide quais são as terminações de domínios válidas, por exemplo: .com; .org: .edu; etc). Por outro lado, a empresa Network Solutions detém a base de dados com todos os domínios existentes.
Quero comprar um domínio, por onde começo?
Uma vez que conheça todos os segredos dos domínios, as perguntas que lhe podem surgir são: o que preciso de fazer para ter um nome de domínio? Posso ter um nome de domínio próprio? Como deve ser composto esse nome, pode ser o que eu quero?
Deve ficar claro à partida que, como em quase tudo, está sujeito a algumas regras, umas de carácter técnico, outras convencionais e outras que podemos qualificar de legais. Por exemplo, a parte da direcção composta por http://www. é sempre necessária (ainda que com os navegadores modernos não seja necessário escrevê-lo), pelo que este facto não levanta problemas.
Até agora não se podiam utilizar tiles, nem acentos, somente caracteres internacionais. Era impossível obter um nome de domínio que implicasse, por exemplo, a palavra “Álvaro”. Mas os factos mudaram e já existem empresas que comercializam nomes de domínio com tiles e acentos.
Tipos de domínio
Existem dois tipos de domínios: domínios genéricos e domínios territoriais. Os domínios genéricos (também denominados internacionais ou globais) estão organizados conceptualmente e são os domínios básicos na Internet. Têm três letras e são: .com: utilizados por organizações comerciais. Não será necessário dizer que este é o que levanta mais problemas jurídicos. .org: utilizados por instituições e organismos sem fins lucrativos. .net: utilizados por fornecedores de serviços de Internet.
Para o registo de estes três domínios não se exige nenhum requisito especial, por isso diz-se que são “livres”. O ICANN aprovou no passado mês de Novembro sete novos domínios, os quais poderão começar a funcionar num prazo de 6 a 9 meses: .edu: corresponde a organizações educativas. .gov: utilizado pelas instituições governamentais (somente EE.UU.) .mil: está reservado para instituições militares dos Estados Unidos e a sua gestão é feita pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DOD). .int: está a cargo da “União Internacional das Telecomunicações” e encontra-se reservado a instituições que se tenham criado em virtude de um tratado internacional como a União Europeia ou as Nações Unidas.
Os domínios territoriais (também denominados geográficos ou ISO3166), são aqueles que são mantidos por cada país. Estes domínios territoriais são utilizados pelas organizações e empresas que desejem estabelecer-se na Internet ou que pretendam proteger a identidade da sua marca ou nome comercial no contexto de um país específico. São compostos por duas letras, por exemplo: .pt para Portugal; .es para Espanha; .fr para França, etc.

Administrativamente, todo este conjunto é gerido por uma série de entidades e empresas: - ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers), entidade que é controlada fundamentalmente por uma série de empresas e pelo governos de UE. Gere todo o sistema. - Network Solutions: a empresa que mantém a base de dados de todos os domínios.
Como posso registar um domínio?
Registar um domínio é muito simples, e se o fizer em dominios.terravista.pt é muito barato. Para isso basta que primeiro verifique se o domínio está livre e em seguida indicar os seus dados pessoais, aqueles que figurarão junto à sua direcção .com, .net ou .org.
Depois de concluído este simples processo, só terá que esperar pela recepção de um e-mail com a confirmação que o seu domínio foi registado. Normalmente esta operação demora apenas uns minutos, embora em alguns casos excepcionais possa demorar 24 horas.
A primeira coisa que deverá saber é que os domínios não se compram, mas sim são alugados por uns anos, até um máximo de dez anos. O valor a pagar dependerá precisamente do número de anos pelos quais compre a sua direcção, ainda que tenha sempre o direito a renová-lo.
Para registar um domínio .com, .net ou .org há uma série de normas importantes que deverá saber: deve ter pelo menos três letras, Não pode incluir acentuação e nunca pode terminar com hífen.
O domínio .com pertencerá a quem o registar primeiro
É importante saber que os domínios .com são registados conforme a regra conhecida como “ o que o pede primeiro fica com ele”. Aliás, esta regra causou numerosos problemas nas empresas que não foram suficientemente rápidas a registar os seus domínios, e agora vêm-se obrigadas a recorrer aos tribunais internacionais para os tentar recuperar.
Como deve calcular os nomes mais populares já estão registados. No entanto, ainda estão livres numerosas combinações que incluem as letras e (de electrónico) ou i (de interactivo).
Como se gere um domínio?
Se já registou o seu domínio, necessita conhecer uma série de dados técnicos para os associar à sua página web. Se já tinha registado o seu domínio com outra entidade, poderá efectuar a sua transferência .
Depois de registado o seu domínio, necessita mudar alguns dados e enviá-los ao servidor onde está albergada a sua página.
Os dominios tem uma gestão muito simples. Só terá que entrar na administração de domínios e seguir os passos que aí são indicados. Poderá modificar os seus dados pessoais, se achar conveniente, ou incluir novos perfis para que um técnico do seu provedor de hosting faça as mudanças requeridas.Se um dia modificar o seu servidor, só terá que introduzir as suas novas direcções IP para que o domínio redireccione a sua nova localização. Na administração também poderá mudar todos os contactos relacionados com o domínio. Pode alterar a quem são passadas as facturas, quem responde tecnicamente e inclusivamente o nome do proprietário.


Terràvista


Back to the list 'In addition to wine'

PROMOTIONS

CARTUXA 1998

Cor granada, aroma cheio, prolongado e complexo. O final de boca (...)

79,00 €
71,10 €

WHY BUY AT LUSAWINES?

Segurança, privacidade e confiança & comodidade

REGISTER

You're not a Lusawine costumer?

Register and you will benefit from many advantages.

PAYMENT

LusaWines have several safe means of payment available to you.



© 2020 LusaWines. Todos os direitos reservados.

Esta página foi imprimida a partir do endereço web: http://www.lusawines.com/alemDoVinho/2/1

Abrir Fechar